Origem do Nome

Vulcanum é a variação latina do nome Vulcano.

Vulcano, o artista celestial, era filho de Júpiter e de Juno. Nascera coxo e sua mãe sentiu-se tão aborrecida ao vê-lo que o atirou para fora do céu. Outra versão diz que Júpiter atirou-o para fora com um pontapé, devido à sua participação numa briga do reo do Olimpo com Juno. O defeito físico de Vulcano seria consequência dessa queda. Sua queda durou um dia inteiro e o deus coxo acabou caindo na Ilha de Lenos que, desde então, lhe foi consagrada.

Vulcano era o arquiteto, o ferreiro, o armeiro, o construtor de carros e o artista de todas as obras do Olimpo. Construía com bronze as moradas dos deuses; fazia os sapatos de ouro com que os imortais caminhavam sobre o ar ou sobre a água, ou se moviam de um lugar para o outro, com a velocidade do vento, ou mesmo do pensamento. Também fazia com o bronze os cavalos celestiais, que arrastavam os carros dos deuses pelo ar, ou ao longo da superfície do mar. Tinha o poder de dar movimento próprio às suas obras, de sorte que os trípodes (carros e mesas) podiam mover-se sozinhos para entrar ou sair do palácio celestial. Chegava a dotar de inteligência as servas de ouro que fazia para cuidar dele próprio.

Júpider deu Vênus a Vulcano em gratidão pelo serviço que prestara, forjando os raios. Desse modo, a mais bela das deusas tornou-se esposa do menos favorecido dos deuses.

Vulcano é um deus da mitologia romana, filho de Júpiter e de Juno. É a divindade do fogo, dos metais e da metalurgia, conhecido como o ferreiro divino. Vulcano foi responsável, entre outras obras, pela égide, escudo usado por Zeus em sua batalha contra os titãs. Construiu para si um magnífico e brilhante palácio de bronze, equipado com muitos servos mecânicos. De suas forjas saiu Pandora, primeira mulher mortal.

Vulcano em sua oficina

Vulcano e seus ‘estagiários’

Sua oficina situava-se sob o vulcão Etna onde trabalhava junto com seus companheiros, os cíclopes.
Os cíclopes ajudam Vulcano a fazer os raios de Júpiter.
Ciclopes
-Quedalião
-Polifemo

Vulcano e Vênus

Casou-se com Vênus, porém ela lhe foi infiel, tendo vários amantes dentre eles deuses e mortais. O seu principal rival era Marte, deus da guerra. Outra versão do mito conta que Vênus o amava realmente, e suas traições refletiam as outras faces do amor (i.e. ela lhe queria causar ciúmes, ou tinha desejos passageiros), e uma terceira ainda fala que ele divorciou-se de Vênus e casou-se com as Cárites.

Vulcano e suas Obras
* Representou nas paredes do palácio do Sol, a terra, o mar e o céu, com seus habitantes.
* O carro do Sol, presente a Febo, o eixo era de ouro, o timão de ouro e as rodas de ouro, os raios das rodas de prata. Ao longo da boléia, havia fileiras de topázios e diamantes, que refletiam o brilho do sol quando conduzido.
*Colar, presente à Harmonia, pelo seu casamento com Cadmo.
*Os raios de Júpiter, invenção de Minerva.
*Jogo de armaduras para Aquiles, primeiro, um escudo caprichosamente adornado formado de cinco chapas metálicas, sendo duas de bronze, duas de estanho e uma de ouro, depois, um elmo com crista de ouro, uma couraça e grevas de aço impenetrável, tudo perfeitamente adaptado às normas do guerreiro e executado com constumada perfeição. Tudo foi feito numa noite.
*Armadura de Enéias